ZONEAMENTO AMBIENTAL NA LAGUNA COSTEIRA LAGAMAR NO LITORAL SETENTRIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE (BRASIL)

  • Alysson Gray Pereira de Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Dayane Raquel da Cruz Guedes
  • Diógenes Félix da Silva Costa
Palavras-chave: Áreas Úmidas, Zoneamento Ambiental, laguna Lagamar.

Resumo

Áreas Úmidas (AUs) são ecossistemas de transição entre o meio aquático e terrestre nas quais ocupam cerca de 20% do território brasileiro. Por sua vez, as lagunas são classificadas como AUs costeiras, na qual são classificadas como corpos hídricos, de diversos tamanhos nas quais são separadas do oceano naturalmente e que são conectados aos mesmos por um ou mais canais de maré. Assim sendo o zoneamento ambiental surge como uma ferramenta, na qual irá auxiliar a gerir o território de áreas que necessitam de preservação, tornando-se fundamental importância para selecionar áreas prioritárias para recuperação e/ou preservação, partindo da ideia de que as lagunas costeiras são de deveras importância devido aos serviços ecossistêmicos os quais as mesmas fornecem para a sociedade. A pesquisa foi dividida em três etapas: 1) Levantamento bibliográfico e cartográfico prévio da área.; 2) Processamento digital das imagens com composição colorida no sistema de cores RGB (Red-Green-Blue); 3) Classificação de área das diferentes classes de ocupação do solo presente na área. Baseado nos resultados obtidos nesse trabalho, o zoneamento ambiental se trata de uma forma importante de manusear e gerir o território de áreas naturais que foram antropizadas, delimitando áreas prioritárias para a intervenção ambiental por meio das políticas públicas, tendo em vista que são áreas de importância fundamental para a sociedade, onde prestam diversos serviços ecossistêmicos.

Palavras-chave: Áreas Úmidas; Zoneamento Ambiental; laguna Lagamar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-30
Como Citar
DE ARAÚJO, A. G. P.; GUEDES, D. R. DA C.; COSTA, D. F. DA S. ZONEAMENTO AMBIENTAL NA LAGUNA COSTEIRA LAGAMAR NO LITORAL SETENTRIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE (BRASIL). Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 21, n. 2, p. 1300-1309, 30 set. 2019.