O USO DE SIG NA ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DE LINHA DE COSTA CONTROLADA POR PROMONTÓRIO: TRECHO ENTRE AS PRAIAS DE PONTA GROSSA E RETIRO GRANDE, ICAPUÍ - CEARÁ

  • Wallason Farias de Souza Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Nicolly Santos Leite Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Antônio Jeovah de Andrade Meireles Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Edson Vicente da Silva Universidade Federal do Ceará - UFC

Resumo

A zona costeira constitui-se como ambiente de alta variabilidade e dinâmica espaçotemporal, sendo a linha de costa o resultado da ação dos fluxos de matéria e energia atuantes nos sistemas ambientais costeiros enquanto síntese morfológica das teleconexões continente, oceano, atmosfera, biosfera e sociedade. O presente trabalho tem por objetivo analisar a evolução espaçotemporal (2004-2014) da linha de costa de um trecho do litoral de Icapuí-CE, Nordeste do Brasil, entre as praias de Ponta Grossa e Retiro Grande, por meio do Digital Shoreline Analysis System (DSAS) versão 4.3, que é uma extensão do ArcGIS 10.1, elaborada pelo United States Geological Survey (USGS). Através de quatro procedimentos matemáticos e estatísticos fornecidos pelo DSAS, foi possível quantificar as variações máximas espaciais e temporais, a média de variação e a tendência de regressão linear para o período analisado. Dessa forma, foi possível identificar tendências de progradação em Ponta Grossa e de erosão em Retiro Grande e as causas desses processos – setor de praia em progradação devido aporte de sedimentos das dunas móveis e a erosão devido a déficit de sedimentos em praias rochosas e com falésias – e projetar cenários evolutivos através do comportamento dinâmico da zona costeira associada aos efeitos das mudanças climáticas globais.

Palavras-chaves: DSAS; Dinâmica geoambiental da zona costeira; evolução da paisagem.

 

ABSTRACT

The coastal zone constitutes as high variability areas and dynamic spatiotemporal, the coastline is the result of the flows action of matter and energy in coastal environmental systems. Thus, the coastal zone is the morphological synthesis of the continent teleconnection, ocean, atmosphere, biosphere and society. This study aims to analyze the spatiotemporal evolution (2004-2014) of the coastline of a stretch of the Icapuí-CE coast, northeastern Brazil, between the beaches of Ponta Grossa and Retiro Grande, through the Digital Shoreline Analysis System (DSAS) version 4.3, an extension of ArcGIS 10.1, prepared by the United States Geological Survey (USGS). Through four mathematical and statistical procedures provided by DSAS, it was possible to quantify the maximum variations spatial and temporal, the median change and the linear regression trend for the period. Thus, it was possible to identify progradation trends in Ponta Grossa and erosion in Retiro Grande and the causes of the processes- beach sector in progradation due contribution to mobile dunes sediment and erosion due to deficit of sediments on rocky beaches and sea cliffs –and to design evolutionary scenarios by the dynamic behavior of the coastal zone associated with the effects of global climate change.

Keywords: DSAS; Geo-environmental dynamics of the coastal zone; evolution of the landscape.

 

RESUMEN

La zona costera se constituye como un ambiente de alta variabilidad y dinâmica espacio temporal, donde la línea de costa es el resultado de la acción de los flujos de materia y energía que actúan em los sistemas ambientales costeros como síntesis morfológica de las teleconexiones continente, océano, atmosfera, biosfera y sociedad. El presente trabajo tiene por objetivo analizar la evolución espaciotemporal (2004-2014) de la línea de costa em un trecho del litoral de Icapuí-CE, Nordeste de Brasil, entre las playas de Ponta Grossa y Retiro Grande, por médio del Digital Shoreline Analysis System (DSAS) versão 4.3, que es una extensión del ArcGIS 10.1, elaborada por United States Geological Survey (USGS). A través de cuatro procedimientos matemáticos y estadísticos elaborados por el DSAS, fue posible cuantificar las variaciones máximas espaciales y temporales, la media de variación y latendencia de regresión lineal para el período analizado. De esta forma, fue posible identificar tendencias de progradación en Ponta Grossa y de erosión en Retiro Grande, así como las causas de tales procesos – sector de playa em progradación debido al aporte de sedimentos de las dunas móviles y erosión debido al déficit de sedimentos em playas rocosas y com acantilados, y proyectar escenarios evolutivos a través del comportamento dinámico de la zona costera asociada a los efectos de los cambios climáticos globales.

Palabras claves: DSAS; dinámica geoambiental de la zona costera; evolución del paisaje.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wallason Farias de Souza, Universidade Federal do Ceará - UFC
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará. Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (2016) com a dissertação SENSORIAMENTO REMOTO E SIG APLICADOS À ANÁLISE DA EVOLUÇÃO ESPAÇOTEMPORAL DA LINHA DE COSTA DO MUNICÍPIO DE ICAPUÍ, CEARÁ - BRASIL (2016). Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (2013). Também possui vínculos com as atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão do Laboratório de Geoprocessamento (UFC) e do Laboratório de Geoecologia da Paisagem e Planejamento Ambiental (UFC). Ênfase nos estudos em Geoprocessamento, Geomorfologia costeira, impactos socioambientais na zona costeira, Geoecologia da Paisagem e Educação Escolar Indígena.
Nicolly Santos Leite, Universidade Federal do Ceará - UFC
Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceará com a dissertação "Zoneamento paisagístico das falésias do litoral de Fortim: subsídios ao planejamento e à gestão ambiental". Licenciada em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Foi Bolsista de Iniciação Científica pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no projeto intitulado "Análise e Monitoramento Ambiental de Estuários do Estado do Ceará 2013 VIII Etapa- Educação Ambiental e Comunitária no Litoral Leste do Ceará e Região Metropolitana de Fortaleza" vinculado ao Laboratório de Geoecologia da Paisagem e Planejamento Ambiental (LAGEPLAN), no qual foi bolsista, também, de extensão com o projeto Museu de Ciências Ambientais Mundo Livre. Foi Voluntária no Laboratório de Geoprocessamento (LABOCART), no qual exerceu atividade de monitoria da disciplina de Cartografia.
Antônio Jeovah de Andrade Meireles, Universidade Federal do Ceará - UFC
Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e dos Programas de Pós-graduação em Geografia e em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA). Doutor em Geografia pela Universidade de Barcelona (2001). Desenvolve pesquisas em Geociências, com ênfase em Geografia Física e Geomorfologia atuando principalmente nos seguintes temas: indicadores geoambientais de flutuações do nível relativo do mar e mudanças climática, evolução geomorfológica da planície costeira, planejamento e gestão, impactos socioambientais de grandes empreendimentos no litoral, cartografia social, justiça ambiental e climática. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D
Edson Vicente da Silva, Universidade Federal do Ceará - UFC
Graduação em Geografia - Bacharelado e Licenciatura. pela Universidade Estadual do Ceará (1981), mestrado em Planejamento Rural em Função do Meio Ambiente pelo Instituto Agronômico Mediterrâneo de Zaragoza (1987), doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Rio Claro São Paulo (1993), pós-doutor em Educação Ambiental pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (2006) e pós-doutor em Planejamento e Geoecologia da Paisagem pela Faculdade de Geografia, Universidade de Havana-Cuba (2007). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Ceará (1997), tirocínio docente da Universidade Federal da Bahia e professor dos Doutorados e Mestrados em Geografia e de Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA), da Universidade Federal do Ceará . Tem experiência na área de Geoecologia da Paisagem, atuando principalmente nos seguintes temas: análise ambiental, educação ambiental, litoral, análise geoambiental, recursos hídricos e desenvolvimento sustentável.
Publicado
2016-09-12
Como Citar
SOUZA, W. F. DE; LEITE, N. S.; MEIRELES, A. J. DE A.; SILVA, E. V. DA. O USO DE SIG NA ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DE LINHA DE COSTA CONTROLADA POR PROMONTÓRIO: TRECHO ENTRE AS PRAIAS DE PONTA GROSSA E RETIRO GRANDE, ICAPUÍ - CEARÁ. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 18, n. 2, p. 20-35, 12 set. 2016.