AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DOS SÍTIOS PALEONTOLÓGICOS DA FORMAÇÃO IPU, SILURIANO DA BACIA DO PARNAÍBA, NOROESTE DO CEARÁ

Autores

  • Thiago de Albuquerque Lima Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Maria Somália Sales Viana Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)
  • Paulo Victor de Oliveira Universidade Federal do Piauí (UFPI)

DOI:

https://doi.org/10.35701/rcgs.v26.993

Palavras-chave:

Geoconservação, Patrimônio paleontológico, Sítios da geodiversidade, Geossítios, Paleoinvertebrados

Resumo

A borda leste da Bacia do Parnaíba abriga sítios paleontológicos do Siluriano. Objetivou-se com esta pesquisa, identificar e analisar quantitativamente Locais de Interesse Geopaleontológicos (LIGp) da Formação Ipu no Ceará. Com base na metodologia de Brilha e utilizando-se da plataforma GEOSSIT do Serviço Geológico do Brasil foram selecionados, classificados e quantificados os LIGp. Realizaram-se sete missões de campo resultando na identificação de nove sítios paleontológicos em quatro municípios: Sapó e Baixa Fria dos Santos, em Santana do Acaraú; Contra Fogo e Zipu, em Pacujá; Caveira e Floresta, em Cariré; Bica do Ipu, Três Pedras e Palmeirinha, em Ipu. Foram avaliados: valor científico, risco de degradação, prioridades de proteção, potencial uso educativo e turístico. Os sítios Contra Fogo e Zipu necessitam de proteção prioritária pois possuem alto risco de degradação; os demais, apesar de possuírem moderado risco de degradação, tem potencial uso educativo de relevância nacional, fazendo-se necessária a construção de uma plano de conservação para todos. Como ponto de partida para o desenvolvimento de estratégias de geoconservação, sugere-se a inserção do conhecimento sobre o patrimônio paleontológico nos programas ambientais e educativos municipais, bem como o aproveitamento desses sítios paleontológicos no desenvolvimento regional sustentável através da economia, cultura e turismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago de Albuquerque Lima, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Maria Somália Sales Viana, Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Professora adjunta do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

Paulo Victor de Oliveira, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Professor adjunto do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Downloads

Publicado

2024-05-26

Como Citar

LIMA, T. de A.; VIANA, M. S. S.; OLIVEIRA, P. V. de. AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DOS SÍTIOS PALEONTOLÓGICOS DA FORMAÇÃO IPU, SILURIANO DA BACIA DO PARNAÍBA, NOROESTE DO CEARÁ. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), [S. l.], v. 26, n. 2, p. 79–106, 2024. DOI: 10.35701/rcgs.v26.993. Disponível em: //rcgs.uvanet.br/index.php/RCGS/article/view/993. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos