CONFLITOS NO USO E COBERTURA DA TERRA NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA BACIA DO RIO ANHUMAS, RIBEIRÃO CLARO/PR

  • Angelica Scheffer da Motta Abrantes Universidade Estadual Paulista - UNESP/Campus de Presidente Prudente
  • Edson Luís Piroli Universidade Estadual Paulista – UNESP, Campus de Ourinhos
  • Maria Cristina Perusi Universidade Estadual Paulista – UNESP, Campus de Ourinhos
Palavras-chave: Bacias hidrográficas, Uso e cobertura da terra, Código Florestal

Resumo

O processo da formação socioespacial do território brasileiro priorizou a supressão da vegetação nativa para o desenvolvimento de atividades antrópicas. Essa mudança nos usos e cobertura da terra, ocorrida por períodos sucessivos, acarretou em impactos ambientais, tais como: erosão, assoreamento e enchente, além do comprometimento da qualidade e da quantidade das águas superficiais. Diante do cenário apresentado, a manutenção e reparação das matas ciliares são de fundamental importância para os ecossistemas e para a sociedade. Este trabalho tem por objetivo analisar os usos e cobertura da terra nas áreas de preservação permanente da bacia do rio Anhumas no município de Ribeirão Claro/PR, no ano de 2020, e confrontá-las com a legislação vigente. Para sua viabilização, foram elaborados banco de dados e mapas temáticos de uso e cobertura da terra a partir de produtos do sensoriamento remoto e das técnicas do geoprocessamento. Os resultados obtidos apontam que a bacia do rio Anhumas encontra-se muito alterada, principalmente no que diz respeito às APPs, local que predomina a pastagem em detrimento da cobertura florestal, fato que contribui para o acúmulo de sedimentos nos leitos e talvegue dos rios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angelica Scheffer da Motta Abrantes, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Campus de Presidente Prudente

Doutoranda em Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Universidade Estadual Paulista - UNESP.

Edson Luís Piroli, Universidade Estadual Paulista – UNESP, Campus de Ourinhos

Professor Livre Docente do curso de Geografia da Universidade Estadual Paulista – UNESP, Campus de Ourinhos.

Maria Cristina Perusi, Universidade Estadual Paulista – UNESP, Campus de Ourinhos

Professora Doutora do curso de Geografia da Universidade Estadual Paulista – UNESP, Câmpus de Ourinhos.

Publicado
2021-10-01
Como Citar
ABRANTES, A. S. DA M.; PIROLI, E. L.; PERUSI, M. C. CONFLITOS NO USO E COBERTURA DA TERRA NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA BACIA DO RIO ANHUMAS, RIBEIRÃO CLARO/PR. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 23, p. 352-369, 1 out. 2021.
Seção
Artigos