A CONDIÇÃO DE MOSSORÓ-RN COMO CIDADE MÉDIA EM SUA ÁREA DE INFLUÊNCIA

  • Rodrigo Emanoel de Sousa Almeida Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Ademir Araújo da Costa Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Héllen Jamilly Benevides Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Erik Albino de Sousa Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
Palavras-chave: Cidades médias, Desenvolvimento regional, Mossoró

Resumo

As cidades médias vêm apresentando importante desenvolvimento regional fora das regiões metropolitanas e agregando valor econômico e social na área que ocupa. Assim, essas cidades desempenham papel importante na rede urbana nacional e regional. Mossoró no Rio Grande do Norte compõe esse quadro de cidades que vem ganhando destaque considerável nos estudos sobre cidade média e sua condição urbano e regional. O objetivo do presente trabalho é analisar a condição de Mossoró como cidade média no interior do estado e suas funções urbanas desempenhadas por ela no contexto urbano e regional. Para isso, foram realizadas leituras de artigos, dissertações e livros que auxiliaram na sua compreensão. Também foi feito o uso da pesquisa das Regiões de Influência das Cidades (REGIC) como forma de identificar a área de influência da cidade. Destarte, Mossoró consegue atrair um quantitativo importante de pessoas para o comércio (varejo e atacarejo) local, serviços de saúde, serviços bancários, turismo, trabalho e ensino superior.  Além de ser beneficiada com a dinâmica de capitais, sendo uma realidade construída durante anos, resultando na sua condição de cidade média nos dias atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Emanoel de Sousa Almeida, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Mestrando em Geografia pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Ademir Araújo da Costa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1976), Mestrado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991) e Doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e Pós-Doutorado pela Universidade de Barcelona (2013). Atualmente é Professor Titular Nível E da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, lotado no Departamento de Geografia, sendo professor do Programa de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia (UFRN) em nível de mestrado e doutorado. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana e Geografia do Nordeste, atuando principalmente nos seguintes temas: verticalização das cidades, crescimento urbano, impactos socioespaciais, segregação e desigualdades regionais.

Héllen Jamilly Benevides, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Mestranda em Geografia na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) - Campus Central - Mossoró/RN. (2020-2021) Cursa especialização no curso de Geografia do semiárido e Educação Ambiental ofertado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN (2020-2021).

Erik Albino de Sousa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Mestrando em Geografia pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Publicado
2021-09-06
Como Citar
ALMEIDA, R. E. DE S.; COSTA, A. A. DA; BENEVIDES, H. J.; SOUSA, E. A. DE. A CONDIÇÃO DE MOSSORÓ-RN COMO CIDADE MÉDIA EM SUA ÁREA DE INFLUÊNCIA. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 23, p. 221-236, 6 set. 2021.
Seção
Artigos