REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI (RMC), CEARÁ: MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

  • Marcelo Martins de Moura-Fé Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
  • Maria Jayne Alves da Silva Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
  • Vanessa Pereira Dias Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
  • Daniele Alves Monteiro Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
  • José Henrique de Moura Silva Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
  • Rafaela Martins Rodrigues Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
Palavras-chave: Análise Ambiental, Impactos Ambientais, Região Metropolitana, Desenvolvimento Sustentável, Geodiversidade.

Resumo

A Região Metropolitana do Cariri (RMC), sul do estado do Ceará, instituída em junho de 2009, é composta por 9 municípios que apresentam diferentes e consideráveis índices de crescimento populacional e correlatos níveis de expansão urbana e ocupação de áreas outrora classificáveis como ambientalmente conservadas, dotadas de significativa geodiversidade. Em que pese sua importância socioeconômica no Estado e o fato de se apresentar como uma importante região cearense, um quadro complexo de problemáticas ambientais vem se estabelecendo, pari passo ao seu crescimento econômico e urbanístico, colocando em risco a manutenção ambiental de diversos patrimônios naturais reconhecidos, bem como a sustentabilidade do modelo econômico estabelecido e em desenvolvimento. Nesse contexto, o objetivo principal desse trabalho é apresentar e discutir elementos centrais sobre o meio ambiente e sua sustentabilidade na RMC, apontando caminhos de reversão do quadro de degradação socioambiental estabelecido. Metodologicamente, a pesquisa desenvolvida até aqui baseou-se em criteriosos levantamentos bibliográfico e cartográfico, com ênfase nas temáticas apresentadas e na área de estudo, a RMC. As informações coletadas nesta etapa apoiaram a realização de levantamentos de campo exploratórios na região e a verificação de 5 (cinco) grupos principais de impactos ambientais, ocorrentes sob diferentes formas e intensidades nos 9 municípios.

Palavras-chave: Análise Ambiental; Impactos Ambientais; Região Metropolitana; Desenvolvimento Sustentável; Geodiversidade.

 

ABSTRACT

The Metropolitan Region of Cariri, southern of Ceará state, established in June 2009, is composed of 9 municipalities that present different and significant levels of population growth and related levels of urban expansion and occupation of areas formerly classified as environmentally conserved, with significant geodiversity. Despite its socioeconomic importance, in the state and the fact that it presents itself as an important region of Ceará, a complex set of environmental problems has been established, pari passso to its economic and urban growth, putting at risk the environmental maintenance of several recognized natural heritage, as well as the sustainability of the established and developing economic model. In this context, the main objective of this work is to present and discuss central elements about the environment and its sustainability in the RMC, pointing out ways of reversing the established framework of social and environmental degradation. Methodologically, the research developed so far has been based on careful bibliographical and cartographic surveys, with emphasis on the themes presented and the area of study, the RMC. The information collected at this stage supported exploratory field surveys in the region and verification of 5 main groups of environmental impacts, occurring under different forms and intensities in the 9 municipalities.

Keywords: Environmental analysis; Environmental impacts; Metropolitan Region; Sustainable development; Geodiversity.

 

RESUMEN

La Región Metropolitana de Cariri (RMC), estado sureño de Ceará, establecida en junio de 2009, está compuesta por 9 municipios que tienen tasas de crecimiento demográfico diferentes y considerables y niveles correlacionados de expansión urbana y ocupación de áreas anteriormente clasificadas como conservadas ambientalmente dotado de una importante geodiversidad. A pesar de su importancia socioeconómica en el Estado y el hecho de que se presenta como una región importante de Ceará, se ha establecido una imagen compleja de los problemas ambientales, así como su crecimiento económico y urbanístico, poniendo en peligro el mantenimiento ambiental de varios patrimonios naturales reconocidos. así como la sostenibilidad del modelo económico establecido y en desarrollo. En este contexto, el objetivo principal de este documento es presentar y discutir elementos centrales sobre el medio ambiente y su sostenibilidad en el RMC, señalando formas de revertir el escenario de degradación socioambiental establecido. Metodológicamente, la investigación desarrollada hasta ahora se ha basado en cuidadosas encuestas bibliográficas y cartográficas, con énfasis en los temas presentados y en el área de estudio, el RMC.
La información recopilada en esta etapa apoyó la realización de encuestas exploratorias de campo en la región y la verificación de 5 (cinco) grupos principales de impactos ambientales, que ocurren en diferentes formas e intensidades en los 9 municipios. 

Palabras clave: Análisis ambiental; Impactos ambientales; Región Metropolitana; Desenvolvimiento sustentable; Geodiversidad

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Martins de Moura-Fé, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA

Geógrafo. Professor do Departamento de Geociências da Universidade Regional do Cariri (DEGEO/URCA). Pesquisador FUNCAP / Bolsista Produtividade (2018-2020). Líder do Grupo de Pesquisa NIGEP - Núcleo de Estudos Integrados em Geomorfologia, Geodiversidade e Patrimônio, vinculado ao CNPq. Doutor em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (PPGG-UFC, 2015 - conceito Capes 6). Tem experiência na área de Geociências / Geografia Física, especialmente em Geomorfologia Estrutural e Geomorfologia Ambiental, aplicadas em projetos de pesquisa, extensão e ensino sobre Patrimônio, Geodiversidade, Geoconservação, Geoturismo, Geoeducação e Geocultura, desenvolvidos no estado do Ceará e regiões adjacentes. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável (PRODER). Editor assistente da Revista Brasileira de Geografia Física (UFPE - Qualis A3) e da Revista Ciência e Sustentabilidade (Proder-UFCA). Parecerista ad hoc Funcap e CNPq e membro da União da Geomorfologia Brasileira - UGB.

Maria Jayne Alves da Silva, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA

Graduanda em Geografia (DEGEO/URCA). Bolsista de Iniciação Científica (BPI - Funcap) e membro do NIGEP.

Vanessa Pereira Dias, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
Graduanda em Geografia (DEGEO/URCA). Bolsista de Iniciação Científica (BPI - Funcap) e membro do NIGEP.
Daniele Alves Monteiro, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
Graduanda em Geografia (DEGEO/URCA). Bolsista de Iniciação Científica (BPI - Funcap) e membro do NIGEP.
José Henrique de Moura Silva, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
Graduando em Geografia (DEGEO/URCA). Bolsista de Iniciação Científica (BPI - Funcap) e membro do NIGEP.
Rafaela Martins Rodrigues, Departamento de Geociências - DEGEO Universidade Regional do Cariri - URCA
Graduanda em Geografia (DEGEO/URCA). Bolsista de Iniciação Científica (BPI - Funcap) e membro do NIGEP.
Publicado
2019-09-30
Como Citar
MOURA-FÉ, M. M. DE; SILVA, M. J. A. DA; DIAS, V. P.; MONTEIRO, D. A.; SILVA, J. H. DE M.; RODRIGUES, R. M. REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI (RMC), CEARÁ: MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 21, n. 2, p. 1198-1216, 30 set. 2019.