ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA EM COMUNIDADES INSERIDAS EM BACIAS HIDROGRÁFICAS RURAIS: O CASO DOS DISTRITOS DE JUBAIA E CACHOEIRA EM MARANGUAPE, CEARÁ

  • Antonia Ádnna Guedes de Lima Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Marta Celina Linhares Sales Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Bacia hidrográfica, Qualidade de água, Áreas rurais

Resumo

A bacia hidrográfica foi abordada como unidade territorial de análise deste estudo. A área da pesquisa compreende a sub-bacia hidrográfica do riacho Jubaia pertencente à bacia hidrográfica do rio Pacoti, está localizada na vertente a sotavento da Serra da Aratanha/Pacatuba e se estende por Lages, Jubaia e Cachoeira, distritos do município de Maranguape. Possui uma extensão aproximada de 12 km e uma área de 26 km2. O objetivo deste estudo é elaborar uma caracterização inicial da qualidade das águas superficiais, disponíveis para o abastecimento público, na sub-bacia hidrográfica do riacho Jubaia. A metodologia está pautada nos dados disponibilizados pela Agência Nacional de Águas, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, Ministério da Saúde e nas seguintes etapas metodológicas: levantamento bibliográfico, trabalho de campo, coleta de água, sistematização das informações e diagnóstico da qualidade da água. O sensoriamento remoto foi usado como ferramenta básica a partir da imagem de satélite SRTM–Topodata do INPE (04S39) resolução de 30 metros, em uma escala de 1:40.000. A sub-bacia hidrográfica do riacho Jubaia apresentou problemas relacionados à qualidade da água, a partir de análises do Índice de Qualidade da Água (IQA), principalmente devido às ações antrópicas inadequadas e à falta de saneamento básico.

Palavras-chave: Bacia hidrográfica. Qualidade de água. Áreas rurais.

 

ABSTRACT

The hydrographic basin was approached as the territorial unit of analysis of this study. The research area comprises the sub-basin of the Jubaia stream belonging to the Pacoti river basin, located on the leeward slope of the Serra da Aratanha/Pacatuba and extending through Lages, Jubaia and Cachoeira, districts of the municipality of Maranguape. It has an approximate extension of 12 km and an area of 26 km2. The objective of this study is to elaborate an initial characterization of the surface water quality, available for public supply, in the sub-basin of the Jubaia stream. The methodology is based on the data provided by the National Water Agency, Environmental Company of the State of São Paulo, Ministry of Health and in the following methodological steps: bibliographical survey, field work, water collection, systematization of information and diagnosis of water quality. Remote sensing was used as a basic tool from the INPE SRTM-Topodata satellite image (04S39) resolution of 30 meters, on a scale of 1: 40,000. The sub-basin of Jubaia stream presented problems related to water quality, based on analyzes of the Water Quality Index (IQA), mainly due to inadequate anthropic actions and lack of basic sanitation.

Keywords: River basin. Water quality. Rural areas.

 

RESUMEN

La cuenca hidrográfica fue abordada como unidad territorial de análisis de este estudio. El área de la investigación comprende la sub-cuenca hidrográfica del riacho Jubaia perteneciente a la cuenca hidrográfica del río Pacoti, está ubicada en la vertiente la sotavento de la Sierra de la Arataña / Pacatuba y se extiende por Lages, Jubaia y Cachoeira, distritos del municipio de Maranguape. Tiene una extensión aproximada de 12 km y un área de 26 km. El objetivo de este estudio es elaborar una caracterización inicial de la calidad de las aguas superficiales, disponibles para el abastecimiento público, en la sub-cuenca hidrográfica del riacho Jubaia. La metodología está pautada en los datos disponibles por la Agencia Nacional de Aguas, Compañía Ambiental del Estado de São Paulo, Ministerio de Salud y en las siguientes etapas metodológicas: levantamiento bibliográfico, trabajo de campo, colección de agua, sistematización de las informaciones y diagnóstico de la calidad del agua. El sensor remoto fue utilizado como herramienta básica a partir de la imagen de satélite SRTM-Topodata del INPE (04S39) resolución de 30 metros, en una escala de 1: 40.000. La sub-cuenca hidrográfica del arroyo Jubaia presentó problemas relacionados a la calidad del agua, a partir de análisis del Índice de Calidad del Agua (IQA), principalmente debido a las acciones antrópicas inadecuadas y a la falta de saneamiento básico.

Palabras-clave: Cuenca hidrográfica. Calidad del agua. Áreas rurales.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonia Ádnna Guedes de Lima, Universidade Federal do Ceará (UFC)
Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará - UFC desenvolvendo um projeto na Área: Dinâmica Territorial e Ambiental e Linha de Pesquisa: Natureza, Campo e Cidade no semiárido. Vinculada ao Laboratório de Climatologia Geográfica e Recursos Hídricos - LCGRH/DG/UFC. Graduada em Geografia (Licenciatura Plena) pela UFC. Foi bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET-Geografia UFC) durante a graduação. Técnica em Turismo (Agenciamento e Guia) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE.
Marta Celina Linhares Sales, Universidade Federal do Ceará (UFC)
Professora Doutora Associada do Departamento de Geografia da UFC. Professora permanente do PRODEMA/UFC e do Programa de Pós-Graduação de Geografia da UFC
Publicado
2018-07-20
Como Citar
DE LIMA, A. ÁDNNA G.; SALES, M. C. L. ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA EM COMUNIDADES INSERIDAS EM BACIAS HIDROGRÁFICAS RURAIS: O CASO DOS DISTRITOS DE JUBAIA E CACHOEIRA EM MARANGUAPE, CEARÁ. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 20, n. 2, p. 51-68, 20 jul. 2018.
Seção
Artigos