O CARNAVAL DE OURO PRETO E SEUS IMPACTOS NA PAISAGEM DA PRAÇA TIRADENTES

Autores

  • Túlio Cardoso Ramos Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

DOI:

https://doi.org/10.35701/rcgs.v24.847

Palavras-chave:

Paisagem Cultural, Carnaval, Patrimônio, Turismo

Resumo

O artigo consiste em discutir os impactos na paisagem da Praça Tiradentes, na cidade de Ouro Preto/MG, no patrimônio do Centro Histórico e do Carnaval. Abordando as relações entre o planejamento urbano, patrimônio cultural e turismo. Observa-se a valorização histórica, arquitetônica e cultural, na concepção do city marketing, por meio do uso de símbolos locais para a construção de uma identidade forte na projeção de mercado entre cidades. A Praça Tiradentes é reconhecida pela sua excepcionalidade concretizada na paisagem, sendo um dos lugares principais de realização do Carnaval. O turismo apropriará deste simbolismo arquitetônico do lugar constantemente e de forma efêmera, como na imaterialidade carnavalesca. Discute-se o Carnaval como promoção do destino turístico, por meio da imagem publicitária na paisagem e seus impactos na era da informação global, utilizado por grandes empresas como estratégia de mercado, no uso da cenarização do espetáculo do patrimônio histórico e cultural na paisagem da Praça Tiradentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Túlio Cardoso Ramos, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Bacharel em Turismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e Licenciado em Geografia pelo Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), Docente da Educação Básica de Minas Gerais (MG); Especialista em Gestão do Patrimônio Cultural pelo Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG); Mestrando em Turismo e Patrimônio pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

RAMOS, T. C. O CARNAVAL DE OURO PRETO E SEUS IMPACTOS NA PAISAGEM DA PRAÇA TIRADENTES. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), [S. l.], v. 24, p. 218–243, 2022. DOI: 10.35701/rcgs.v24.847. Disponível em: //rcgs.uvanet.br/index.php/RCGS/article/view/847. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos