MANIFESTAÇÃO DA ATIVIDADE AGRÍCOLA NO ESPAÇO URBANO: CASO DO BAIRRO SAGRADA FAMÍLIA EM PIRAPORA-MG

  • Silene Maciel dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros
  • Samuel Ferreira da Fonseca Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM
  • Luiz Andrei Gonçalves Pereira Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Palavras-chave: Bairro Sagrada Família, Pirapora/MG, Agricultura Urbana, Geografia

Resumo

As atividades econômicas relacionadas à agricultura em perímetro urbano merecem destaque por causa das contradições socioeconômicas vivenciadas nas áreas urbanizadas. As cidades tornaram-se atrativas para a população oriunda das áreas rurais em função do processo de modernização agrícola, resultando no êxodo rural. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é analisar a distribuição espacial das atividades agrícolas urbanas desenvolvidas no Bairro Sagrada Família, Pirapora-MG, buscando associar tais atividades às características rurais intrísecas ao recinto urbano. Os procedimentos metodológicos concentraram-se na revisão de literatura, que abrange a leitura, análise e interpretação de textos diversos relacionados à Agricultura Urbana - AU, disponíveis em livros, periódicos, documentos, mapas, entre outros – impressos ou digitais. Foram discutidos o desenvolvimento da agricultura no espaço urbano piraporense, as práticas de AU no bairro Sagrada Família no mesmo município, a função socioeconômica da agricultura no bairro em análise, assim como os problemas e desafios que são enfrentados pelos atores da AU. Neste bairro, se percebeu a presença de várias atividades rururbanas, que é um reflexo da realização de atividades econômicas características do ambiente rural, tendo como exemplo, a AU. Conclui-se que os aspectos identificados no referido bairro apontam a agricultura urbana enquanto processo emancipatório.

Palavras-chave: Bairro Sagrada Família. Pirapora/MG. Agricultura Urbana. Geografia.

 

ABSTRACT

Economic activities related to agriculture in the urban environment are noteworthy because of socioeconomic contradictions experienced in cities. The cities have become attractive for the people coming from rural areas, due to the agricultural modernization process, resulting in a rural exodus. Thus, the aim of this study is to analyze the spatial distribution of urban agricultural activities in the neighborhood Sagrada Família, Pirapora-MG, seeking associate such activities to rural characteristics image intrinsic to the urban environment. The methodological procedures focused on literature review, which covers reading, analysis and interpretation of various texts related to Urban Agricultural, available in books, periodicals, documents, maps, etc. - printed or digital. We discussed the development of agriculture in piraporense urban space, UA practices in the Sagrada Familia neighborhood in the same town, the socio-economic role of agriculture in the analysis as well as the problems and challenges that are faced by the actors of UA. In this neighborhood we noticed the presence of several urban activities, which is a reflection of the realization of economic activities characteristics of the rural environment, taking as an example the UA. We conclude that the issues identified in that quarter point to urban agriculture as an emancipatory process.

Keywords: Sagrada Família district. Pirapora/MG. Urban agriculture. Geography.

 

RESUMEN

Las actividades económicas relacionadas con la agricultura en el medio urbano son notables debido a las contradicciones socioeconómicas experimentadas en las ciudades. Las ciudades se han convertido en atractivo para las personas que vienen de zonas rurales, debido al proceso de modernización de la agricultura, lo que resulta en un éxodo rural. Por lo tanto, el objetivo de este estudio es analizar la distribución espacial de las actividades de agrícolas urbanas desarrolladas en el barrio de la Sagrada Familia, Pirapora-MG, buscando asociar tales actividades a las características rurales intrínsecas al ambiente urbano. Los procedimientos metodológicos se centran en  la revisión de la literatura, que abarca la lectura, el análisis y la interpretación de diversos textos relacionados con la agricultura urbana, disponibles en libros, publicaciones periódicas, documentos, mapas, etc. - impresos o digitales. Se discutieron, el desarrollo de la agricultura en el espacio urbano piraporense, las prácticas de AU en el barrio de la Sagrada Familia en la misma ciudad, el papel socioeconómico de la agricultura en el barrio, así como los problemas y desafíos que son enfrentados por los actores de la AU. En este barrio presenciamos varias actividades rural-urbanas, que es un reflejo de la realización de actividades características económicas del ambiente rural, tomando como ejemplo la AU. Llegamos a la conclusión de que las cuestiones identificadas en ese trimestre apuntan a la agricultura urbana mientras un proceso emancipado.

Palabras-clave: Barrio Sagrada Familia. Pirapora/MG. La agricultura urbana. Geografía.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silene Maciel dos Santos, Universidade Estadual de Montes Claros
Graduada em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros
Samuel Ferreira da Fonseca, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM
Mestrando em Produção Vegetal (Pedologia) pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM, Graduado em Geografia pela Unimontes. Tem experiência em Geoprocessmaento e estudos socioeconomicos e ambientais.
Luiz Andrei Gonçalves Pereira, Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Mestre em Desenvolvimento Social pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Professor do Departamento de Geociências - UNIMONTES.
Publicado
2015-12-19
Como Citar
DOS SANTOS, S. M.; DA FONSECA, S. F.; PEREIRA, L. A. G. MANIFESTAÇÃO DA ATIVIDADE AGRÍCOLA NO ESPAÇO URBANO: CASO DO BAIRRO SAGRADA FAMÍLIA EM PIRAPORA-MG. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 17, n. 3, p. 39-58, 19 dez. 2015.
Seção
Artigos