ESPACIALIDADE DO MEDO EM FORTALEZA: a violência como vetor de mudanças no espaço urbano da capital cearense

  • Ivan Silva Queiroz URCA - Ce
Palavras-chave: Violência, Espacialidade, Medo, Fortaleza

Resumo

A violência que atinge as cidades brasileiras deixou de ser um fenômeno localizado e ganhou status de problema social. Essa situação tem desencadeado na sociedade urbana um sentimento desmesurado de medo colocando-a em permanente estado de alerta. Em resposta, ocorrem mudanças significativas no cotidiano das cidades e no próprio modo de vida urbano. Isso se reflete na redefinição de atividades, fluxos e comportamentos no interior das cidades brasileiras. A percepção dessas mudanças instigou a reflexão do problema no âmbito de Fortaleza. O texto em tela objetiva discutir o modo como os atores sociais urbanos comportam-se face à situação de violência experimentada nessa cidade.

 

Abstract

The violence observed on Brazilian cities has no longer been classified as a local phenomenon but gained a national problem status. This situation has developed an enormous fear onto urban society, keeping it constantly alert. As a counter measure, significant changes on city lifestyle and urban way of life occur. This is reflected on alterations on activities, fluxes and behaviors in Brazilian cities. The awareness of these changes has led to the problem study within Fortaleza. This text aims to discuss the way urban social agents behave when faces with the violence situation present in this city.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
QUEIROZ, I. S. ESPACIALIDADE DO MEDO EM FORTALEZA: a violência como vetor de mudanças no espaço urbano da capital cearense. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 2, n. 1, 11.
Seção
Artigos