ENSAIO SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO BRASILEIRO PÓS 1930 E O PAPEL DAS INSTITUIÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DA GEOGRAFIA MODERNA NO BRASIL: DA GÊNESE DA GEOGRAFIA À GEOGRAFIA CRÍTICA

  • Helton Rogério Rosa Doutorando do curso de pós-graduação em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Evolução do pensamento geográfico, Geografia Moderna, Geografia Regional, Instituições.

Resumo

O artigo objetiva trazer uma contribuição sobre a evolução do pensamento geográfico no Brasil entre o período que compreende os anos de 1930 a 1980, bem como, o papel das instituições no desenvolvimento da Geografia Moderna brasileira. Nascido a partir de questionamentos acerca de uma visão mais geral sobre o pensamento geográfico nacional e das instituições que perfazem a Geografia brasileira, o ensaio tem como principal meta servir como material básico sobre o tema aos iniciantes na Geografia. Para tanto, evidencia-se o fundamental papel de pesquisadores europeus na gênese da Geografia brasileira, das instituições universitárias e profissionais, bem como, a conjuntura econômica e social que permitiram ser forjadas as bases da Geografia no país.

Palavras-chave: Evolução do pensamento geográfico, Geografia Moderna, Geografia Regional, Instituições.

 

ABSTRACT

This article aims to bring a contribution about the evolution of geographic thought in Brazil, as well as, the role of institutions in the development of Brazilian Modern Geography. Born from questions about a more general view of national geographic thought and of the institutions that compose the Brazilian Geography, the main objective of this article is to serve as basic material to beginners in Geography. Moreover, in this article, the fundamental role of European researchers in the genesis of Brazilian Geography, university and professional institutions is exalted, as well as the economic and social environment that allowed the foundations of Geography in the country to be forged.

key words: Evolution of Geographical Thought, Modern Geography, Regional Geography, Institutions.

 

RESUMÉN

El ensayo tiene como objetivo aportar una contribución sobre la evolución del pensamiento geográfico en Brasil, así como el papel de las instituciones en el desarrollo de la Geografía Moderna brasileña. Nacido a partir de cuestionamientos acerca de una visión más general sobre el pensamiento geográfico nacional y de las instituciones que constituyen la Geografía brasileña, el ensayo tiene como principal meta servir como material básico sobre el tema a los iniciantes en la Geografía. Para ello, se evidencia el fundamental papel de investigadores europeos en la génesis de la Geografía brasileña, de las instituciones universitarias y profesionales, así como, la coyuntura económica y social que permitió forjarse las bases de la Geografía en el país.

Palabras clave: Evolución del pensamiento geográfico, Geografía Moderna, Geografía Regional, Instituciones.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helton Rogério Rosa, Doutorando do curso de pós-graduação em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina
Pesquisador envolvido nos estudos de Geografia Econômica e Industrial. Desde de 2009 faz pesquisa em Geografia Industrial e, mais especificamente, sobre a Indústria de calçados brasileira.
Publicado
2019-06-28
Como Citar
ROSA, H. R. ENSAIO SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO BRASILEIRO PÓS 1930 E O PAPEL DAS INSTITUIÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DA GEOGRAFIA MODERNA NO BRASIL: DA GÊNESE DA GEOGRAFIA À GEOGRAFIA CRÍTICA. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 21, n. 1, p. 146-164, 28 jun. 2019.
Seção
Artigos