ANÁLISE DOS DIFERENTES ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO DA CAATINGA EM SOBRAL, CEARÁ, BRASIL

  • Marízia Menezes Dias Pereira Universidade de Évora, Portugal
  • Petrônio Emanuel Timbó Braga Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Nuno Guiomar
Palavras-chave: Ação antrópica. Flora vascular. Caatinga. Clima semi-árido. Brasil

Resumo

O presente estudo teve como objetivo identificar a flora de várias etapas evolutivas da vegetação da caatinga alterada pela ação antrópica. Analisou-se a flora de 8 estações nos municípios de Sobral, Groaíras e Massapê, na microrregião de Sobral, no estado do Ceará, através de levantamentos florísticos realizados em março de 2014. Nas catenas de vegetação, foram anotadas todas as árvores, arbustos, lianas e espécies herbáceas. O elenco florístico é composto por 178 espécies, distribuídas por 131 gêneros e 52 famílias. Foram identificadas 33 espécies endêmicas. A Fabaceae foi a família mais representativa com 33 espécies, seguida da Poaceae (24), Euphorbiaceae (16), Convolvulaceae (11), Malvaceaea (10) e Asteraceaea (7). As formas de vida dominantes foram os fanerófilos (33%), terófitos (24%) e caméfitos (21%). A fim de considerar o efeito humano sobre a vegetação natural, das 8 estações iniciais foram selecionadas 3 correspondentes a diferentes estágios de evolução da vegetação natural: “mata raleada” e “mata aberta” (da Fazenda Experimental da Universidade  Estadual Vale do Acaraú - UVA) e “mata pouco alterada” (Lagoa do Peixe em Groaíras, CE).

Palavras-chave: Ação antrópica. Flora vascular. Caatinga. Clima semi-árido. Brasil.

 

Analysis of the different stages of caatinga vegetation development in Sobral, Ceará, Brazil

ABSTRACT

The present study aimed to identify the flora of several successional stages of the caatinga vegetation changed by human activities. We analyzed the flora of the 8 stations in the municipalities of Sobral, Groaíras and Massapê, in Sobral microregion of the state of Ceará, Brazil, through floristic relevés carried out in March 2014. In each catena of vegetation were recorded all trees, shrubs, vines and herbaceous species. The floristic list is composed of 178 species, distributed in 134 genera and 52 families. 33 Brazilian endemisms have been identified. Fabaceae was the most representative family with 33 species, followed by Poaceae (24), Euphorbiaceae (16), Convolvulaceae (11), Malvaceae (10) and Asteraceae (7). The dominant life forms were the phanerophytes (33%), therophytes (24%) and chamaephytes (21%). To  consider the human effect on natural vegetation, from the 8 initial stations, we have selected 3 corresponding to different successional stages of the natural vegetation: “mata raleada“ and “mata aberta” (da Fazenda Experimental da Universidade  Estadual Vale do Acaraú - UVA) and “mata pouco alterada” (Lagoa do Peixe in Groaíras, CE).

Keywords: Human activities. Vascular flora. Caatinga. Semi-arid climate. Brazil.

 

Análisis de las distintas etapas del desarrollo de la sabana en Sobral, Ceará, Brasil

RESUMEN

El presente artículo objetivó identificar la flora de varias etapas evolutivas de la vegetación de la caatinga cambiada por la acción antrópica. Se analizó la flora de 8 estaciones en los municipios de Sobral, Groaíras y Massapê en la microrregión de Sobral en estado de Ceará, por medio de levantamientos florísticos hechos en marzo de 2014. En las cadenas de vegetación fueron fichados todos los árboles, arbustos, lianas y especies herbáceas. La lista florística es compuesto por 178 especies, distribuidas por 131 géneros y 52 familias. Fueron identificadas 33 especies endémicas. La  Fabacea fue la familia más representativa con 33 especies, seguida de la Poaceae (24), Euphorbiaceae (16), Convolvulaceae (11), Malvaceaea (10) e Asteraceaea (7). Las formas de vida dominantes fueron los fanerófilos (33%), terófitas (24%) y caméfitos (21%). Con fin de considerar el efecto humano sobre la vegetación natural, de las 8 estaciones iniciales fueron seleccionadas 3 correspondientes a distintos etapas de evolución de la vegetación natural: "adelgaza bosque" y "bosque abierto" (la Hacienda Experimental de la Universidad Estadual Valle del Acaraú – UVA) y “"mata poco cambiado" (Estanque de peces en Groaíras, CE).

Palabras-clave: Acción antrópica, flora vascular, caatinga, clima semiárido, Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marízia Menezes Dias Pereira, Universidade de Évora, Portugal
Departamento de Paisagem, Ambiente e Ordenamento, Universidade de Évora, Portugal
Petrônio Emanuel Timbó Braga, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Professor Associado da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) (desde 1995). Pós-doutorado no Departamento de Biologia na Universidade de Évora-UEVORA/Portugal. Engenheiro Agrônomo, Mestre e Doutor em Agronomia/Fitotecnia pela Universidade Federal do Ceará-UFC. Foi Professor substituto da Escola de Agronomia/UFC; bolsista pesquisador do CNPq, na Embrapa/Cerrados, Brasília, DF. Conselheiro-Titular do COEMA-Conselho Estadual do Meio Ambiente da Secretaria Estadual do Meio-Ambiente (SEMACE). Consultor Ad-Hoc: PROEXT/MEC-2009. Na UVA exerceu, dentre outras, as funções administrativas: Pró-Reitor de Articulação Regional e Assuntos Estudantis (07/2000 a 05/2002); Pró-Reitor de Ensino de Graduação (06/2002 a 01/2007). Diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET/UVA) (02/2007 a 10/2009). Também: Coordenador do Projeto Rondon/UVA; Vice-presidente da Comissão Executiva de Concurso público para Professores universitários; Membro da Comissão Permanente de Licitação; Comissão para Avaliação e Isenção de Taxa de Matrícula/UVA; Comissão de Implantação do Curso de Graduação em Biologia (modalidade Licenciatura); Comissão Própria de Avaliação (CPA); Membro dos Conselhos Superiores da UVA: Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão/CEPE e Conselho Universitário-CONSUNI. Coordenador de área do Programa PIBID UVA/CAPES: subprojeto Biologia. Prof. Curso de Especialização em Biodiversidade Vegetal/UVA. Atualmente é membro integrante do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior-BASis (desde 2006); consultor ad hoc de revistas científicas, membro do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas (licenciatura/bacharelado); Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia-Mestrado acadêmico/CAPES/ UVA/EMBRAPA Caprinos e Ovinos e Pró-Reitor de Ensino de Graduação (desde 04/2014).
Nuno Guiomar
Engenheiro Biofísico, Mestre, Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas, Universidade de Évora, Évora, Portugal.
Publicado
2014-12-21
Como Citar
PEREIRA, M. M. D.; BRAGA, P. E. T.; GUIOMAR, N. ANÁLISE DOS DIFERENTES ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO DA CAATINGA EM SOBRAL, CEARÁ, BRASIL. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 16, n. 2, p. P. 46-65, 21 dez. 2014.
Seção
Artigos